fbpx

O raio x das 4 principais formas de monetizar sua profissão

O raio x das 4 principais formas de monetizar sua profissão

15 de maio de 2020 Carreira e projeto de vida 0

Em meio a uma crise mundial, milhões de pessoas estão perdendo seus trabalhos. Empresas estão fechando, empregos são extinguidos e com eles, a forma de renda de muitas famílias. Monetizar nossas profissões é uma questão necessária, mas que é posta à prova em meio a situações adversas como esta. Quais são, então, as possibilidades que existem de rentabilização do meu trabalho, e como posso me beneficiar delas hoje?

A importância de monetizar bem

Segundo os japoneses, nossa relação com o trabalho entra em harmonia quando unimos quatro pontos: o que amamos fazer, o que fazemos bem, o que o mundo precisa e o que pelo qual podemos ser pagos. Através desses quatro itens nos tornamos profissionais com bons índices de prosperidade, satisfação pessoal, entusiasmo e conforto material. A esta relação é dada o nome de Ikigai.

Quando um desses pontos do Ikigai fica em falta, tudo se desequilibra, como podemos ver abaixo:

Quando a remuneração é retirada ou é mal oferecida, não é só o sustento do(a) profissional que fica ameaçado. Alguns dos prejuízos mais como mais comuns são:

  • Sobrecarga de trabalho para dar conta da remuneração necessária
  • Insatisfação pessoal (mesmo quando se trabalha com o que ama)
  • Desequilíbrio entre as mais diversas áreas da vida, vendo o trabalho sobrepor as demais em função da necessidade de se sustentar
  • Crescimento profissional desacelerado devido ao foco em “apagar incêndios” ao invés de priorizar se preparar para construir uma jornada mais sólida a médio e longo prazo
  • Impactos na saúde devido ao alto nível de estresse
  • Queda na produtividade (também devido ao estresse)
  • Perda de foco por causa do desespero: Ficamos tão aflitos(as) em sanar a questão financeira que tiramos o foco daquilo que deveríamos estar fazendo para algo secundário, que dá um ganho imediato, mas não está no nosso projeto de vida e carreira.

Para mudar essa realidade, precisamos entender as principais formas de monetizar nossa profissão. Não estamos falando das melhores, mas das mais comuns, elencando de cada uma qual é seu ponto forte e o que pode ser limitante. Seriam elas:

1) Monetizar através de horas trabalhadas

Áreas: Geralmente, quem trabalha por horas trabalhadas oferece serviços de consultoria, consulta, assistência, treinamento, assessoria ou mentoria de forma terceirizada.

Vantagens: Flexibilidade de tempo e local de trabalho, variedade, desafios e maior independência.

Dificuldades: Quem trabalha por horas tem um teto máximo de ganhos ao mês e acaba virando “escravo(a)” do seu tempo de trabalho. Além disso, há a instabilidade financeira.

Como ganhar dinheiro dessa forma? Ofereça seus serviços por horas trabalhadas. Ex: Hora de aula de inglês online.

2) Através de um salário ou contrato mensal

Áreas: Pode ser qualquer área. Geralmente em regime CLTista (funcionalismo privado) ou contrato por tempo determinado (pessoa física ou jurídica).

Vantagens: Maior estabilidade financeira e algumas garantias asseguradas pelo acordo profissional.

Desvantagens: Hierarquia, menor flexibilidade de horários e local de trabalho e, geralmente, menores ganhos por hora trabalhada. E em situações de crise, como a do COVID-19, que estamos vivendo, este tipo de trabalho está fortemente ameaçado pelo forte abalo que a economia, de forma geral, tem sentido.

Como ganhar dinheiro dessa forma? Seja contratado(a) por alguém para oferecer seu serviço temporariamente. Ex: Ser instrutor(a) de inglês em uma escola de idiomas.

3) Através de quantidade de demanda (venda)

Áreas: Principalmente comércio e serviços freelance, que assumem a correspondência de “pague $ por X”.

Vantagens: Você não tem um teto tão fixo de ganhos mensal (com exceção dos serviços freelance), podendo ampliar sua margem de ganhos com estratégias melhor direcionadas.

Desvantagens: Nenhuma estabilidade. Você não pode prever, na maioria dos casos, quanto irá vender em determinado período, especialmente quando não tem uma estratégia bem desenhada.

Como ganhar dinheiro dessa forma? Venda produtos ou serviços freelance. Ex: Venda livros de inglês e traduções de documentos.

4) Por meio da sua autoridade

Áreas: Conteúdo e influência.

Vantagens: Você se desprende dos limites de horário, local e ganhos e cresce à medida que se torna mais relevante na temática que se propõe.

Desvantagens: A notoriedade é alcançada com um trabalho consistente de médio a longo prazo. Não é imediata.

Como ganhar dinheiro dessa forma? Construa uma influência como referência no seu campo e venda uma solução, método, ideia ou estratégia que te ajudou a se destacar. Ex: Crie um canal no Youtube, um perfil no Instagram e ofereça um curso online de inglês pelo Hotmart ou Udemy.

Qual dessas formas de monetizar tem mais a ver com os novos moldes de trabalho?

As formas de pensar o trabalho estão mudando, e a flexibilidade de local e horários é um dos pontos mais considerados. Segundo um levantamento da TINYPulse (2017), o trabalho remoto gera maior satisfação, produtividade e sensação de valorização entre 91% dos profissionais. A Harvard Business School, em parceria com a Northeastern University (2017), fez ainda uma outra pesquisa, com técnicos do departamento de patentes dos Estados Unidos. Os pesquisadores concluíram que a liberdade de escolher o local de trabalho teve um impacto positivo de 4,4% nas entregas feitas, adicionando quase US$ 1,3 bilhão na economia americana.

Estes fatos já colocam em questão as formas de monetizar através de horas trabalhadas e de um salário ou contrato mensal (generalizando). Se considerarmos que o mundo está cada vez mais hiperconectado (mais de 4.388 bilhões de pessoas, segundo o Global Digital Report 2019), a escolha mais óbvia é a carreira que se remunera através da autoridade. Contudo, temos que considerar alguns pontos:

Os parênteses finais ( ):

  1. Você deve buscar uma forma de remuneração que mais tenha a ver com seu estilo de vida, e não necessariamente com as tendências mundiais. Afinal de contas, cada pessoa sabe quais prioridades e perspectivas de projeto de vida movem-na e deve viver em coerência com isso.
  2. Se todo mundo for viver de autoridade, quem vai sustentar os serviços básicos e vender o essencial?
  3. Há espaço para inovar e crescer em cada uma das formas de monetizar. As descrições feitas aqui foram bem genéricas, para termos um panorama geral e analisarmos possibilidades.
  4. Dinheiro não deve ser um tabu, mesmo quando o assunto for carreira, propósito e satisfação pessoal. Dinheiro é um elemento importante para a subsistência na nossa sociedade e impacta diretamente o nosso bem-estar. Não falar sobre ele gera imobilidade e ainda mais insatisfação.

O que deve guiar nossa forma de monetizar nossa profissão é o estilo de vida que queremos ter. Você almeja a estabilidade? A variedade? O luxo? A simplicidade? No meu livro, Faça o que ama e seja pago por isso, detalho um pouco sobre como podemos entender melhor essa nossa perspectiva de futuro e linkar ela ao nosso planejamento profissional.

Comente usando o Facebook

 

Deixe uma resposta