fbpx

Regra de ouro: Faça aos outros o que queres para si

Regra de ouro: Faça aos outros o que queres para si

11 de novembro de 2016 Liderança 0
clasped hands 541849 1920 - Regra de ouro: Faça aos outros o que queres para si

Algo que aprendi com minha mãe e que levarei sempre para todas áreas da minha vida é: Não faça aos outros o que não queres para si. Falando – não só de humanidade, mas – de liderança, empreendedorismo e empregabilidade essa é uma regra de ouro que faz a diferença para os outros apo seu redor e principalmente para você. Entenda:

Percepção de ouro sobre os outros

Além do que entender a prática e os efeitos dessa regra de ouro, precisamos entender a essência dela. O que está por trás da ideia de tratar os outros como a si?

Essa regra de ouro tem muito a ver com caráterempatia, características preciosas no leque de competências de um líder. Vivê-la indica que valorizar e respeitar ao outro como a si mesmo é um valor seu. Dentro de uma organização, essa percepção implica em oportunidades de repensar atitudes, ideias e falas para que todos sejam englobados de maneira igualmente confortável. Essa percepção é a base da liderança democrática, onde todos têm direito de opinar e participar e o líder tem o papel de escolher o melhor para o time baseado no que o time conclui.

Criando uma rede de relações baseada na regra de ouro, elos importantes de confiança e proatividade são fortalecidos. Um liderado se sente mais seguro ao por em prática decisões do seu líder se concordar que o bem dele também foi incluido nelas. Isso aumenta a produtividade e a satisfação dos líderes e liderados. Cresce também a influência do líder dentro daquele grupo, por meio do respeito e confiança que a regra de ouro constrói.

Há uma regra universal que diz: colhemos o que plantamos, e ela não é mero mito. De fato, quando você trata o outro como gostaria de ser tratado, ele tende a te responder de semelhante forma. É uma forma de gerar gratidão e respeito que funciona e que afirma nossa essência. Esse retorno positivo forma nossa reputação, mas nosso caráter é mostrado na prática voluntária desses conceitos.

Num mundo de “olho por olho e dente por dente”, agir com o outro como gostaria de ser tratado é um ato revolucionário.

Conclusão

Liderança é influência, e as pessoas se permitem ser influenciados por líderes que os tratam bem. A regra de ouro é uma expressão de caráter que fortalece esse poder de influência e a relação de confiança entre líderes e liderados. Para além de uma lição de moral, a lei de ouro é fundamental para uma liderança eficiente.

Recomendação de leitura sobre o tema: A lei do triunfo, de Napoleon Hill.

Comente usando o Facebook

 

Deixe uma resposta