fbpx

E agora? Me formei!

E agora? Me formei!

12 de fevereiro de 2019 Blog 0
people 2562626 1920 - E agora? Me formei!

A graduação é uma experiência extremamente marcante na vida de uma pessoa. Nela você aprende, faz conexões, experimenta uma área profissional e modifica diversas crenças que tinha sobre o mundo do trabalho.

Um dos grandes dilemas do período da faculdade é a sua conclusão: todo estudante deseja terminar o curso, mas teme o que vem após isto. Muitos não têm noção do que fazer para conseguir seu espaço no mercado profissional. Além disto, acham que a carreira só começa após a graduação.

Para quebrar o mito e começar hoje sua carreira de sucesso é necessário desenhar um planejamento de carreira eficaz e autêntico. Vamos começar?

Uma carreira autêntica

O primeiro passo é identificar suas intenções da carreira. Afinal de contas, não se traça um caminho sem saber o destino, correto? E talvez a coisa mais importante sobre a definição desta jornada é que ela deve ser autêntica. Esse é um compromisso que você tem que ter diariamente com sua felicidade. Lembre-se que passamos boa parte do nosso tempo trabalhando, e é importante que você se sinta ao máximo realizado(a) neste período.

Seu planejamento profissional deve ser totalmente coerente com sua identidade pessoal, seus valores e expectativas. Isso inclui também entender o estilo e o padrão de vida que quer viver.
Segundo o conceito japonês de Ikigai (propósito profisisonal), uma carreira ideal é aquela que você ame, faça bem, o mundo precise (há oportunidades) e seja pago por isso. Não há nada de errado – pelo contrário – em pensar no aspecto financeiro quando optar por uma carreira. O dinheiro é uma consequência do seu trabalho, e deve ser considerado em seu plano de vida.

Por que falar de autenticidade em um post sobre a vida pós-graduação?

Sabemos que a realidade de muitos estudantes ainda é uma vida profissional moldada pelas expectativas externas: pais, primos, tios, cônjuges, e até a própria sociedade, no sentido mais macro. Ainda é comum ver pessoas que optam por um curso pautadas no que sua família faz ou diz que é melhor (financeiramente, na maioria dos casos). Ou, ainda, pelo o que a sociedade aponta como mais estável ou com maior status.

Uma carreira não-autêntica caminha quase sempre para muita frustração e uma vida no modo automático, sem aproveitar com inteireza a profissão. Se você quer ter alta performance e grandes resultados, precisa ser autêntico. Só assim você entregará e será o melhor de si no que fizer.

Planejamento

Sei que essa não é uma palavra da qual muitos sejam familiarizados, especialmente quando se trata de planejamento a longo prazo. Contudo, planejamento é uma daquelas que devem estar cada vez mais presentes na nossa vida.

Ainda acredita-se muito na ideia de que planejamento aprisiona-nos a uma rotina, algo estático, mas a verdade é oposta ao mito. Planejar nos dá liberdade para expandir nosso potencial naquilo que é realmente importante para nós. Se eu planejo meu tempo, por exemplo, considerando as atividades da faculdade, as aulas e demais tarefas que eu tenha, eu consigo ter mais tempo para me dedicar ao que é meu foco hoje – até mesmo dormir. Não é verdade?

Acima de tudo, seu planejamento deve se orientar pelo seus objetivos pessoais e profissionais (o que conversamos mais acima). Frequentemente vemos pessoas que caminham profissionalmente seguindo o velho “deixa a vida me levar”, trabalhando na vaga que aparecer, no curso que dizem ser o melhor ou tomando para si aquilo que aparece primeiro à sua frente. Além disto, sacrificam constantemente seu tempo em atividade que não movem o que há de mais autêntico em si. Isto é uma morte lenta de nossa vitalidade profissional.

Método escadinha

Para reverter este quadro você precisa criar a trajetória que quer seguir. Um metódo que gosto muito de usar é o método escadinha, ou seja: a definição de passos que te levam do hoje para este futuro almejado. Por exemplo, se você faz faculdade de administração e quer assumir um cargo de gerência comercial em dois anos após a conclusão, deve pensar: o que me distancia deste objetivo? De acordo com sua resposta, você pode pensar que conseguir um estágio na área seria o primeiro passo, seguido de uma efetivação na empresa, uma pós graduação em Gestão Comercial, e assim por diante.

Você pode até mesmo desenhar, de fato, uma escada em uma folha de papel para ajudar. Em seguida, insira em cada degrau os estágios da sua meta profissional. Assim fica visualmente claro o caminho que deve seguir, ajudando na própria realização. Desse modo fica mais fácil, não é mesmo?

Quebre o mito

Desde já você vive sua carreira, esteja no início da faculdade, na época pré-vestibular ou já graduado(a). Sua carreira é hoje. Cada pequena atitude que você toma, repercute no seu futuro, então comece a pensar quais ações auxiliariam você a ser a versão profissional que almeja. Isto é de uma dimensão que você só compreende na íntegra quando vive as consequências.

Se você está na faculdade, precisa entender o que pode acelerar sua carreira enquanto ainda estudante. Fazer voluntariado, estágio e constantes capacitações, atuar em uma empresa júnior, ampliar seu networking e empreender são algumas das opções. Quais você tem selecionado para sua trajetória hoje? Como tem contribuído hoje para ser a versão profissional que determinou no seu planejamento?

Lembre-se: a maior responsabilidade sobre sua carreira está nas suas mãos, não da faculdade. Não importa a instituição ou o curso, quem faz seu caminho é você. Sabendo que tem todo esse poder nas mãos, não hesite em começar hoje.

Comente usando o Facebook

 

Deixe uma resposta