fbpx

Perdas e ganhos: a ferramenta para tomar decisões eficientes

Perdas e ganhos: a ferramenta para tomar decisões eficientes

25 de outubro de 2019 Blog Carreira e projeto de vida 0
Certificado de participação - Perdas e ganhos: a ferramenta para tomar decisões eficientes

Tomar decisões muitas vezes pode ser um desafio. Trocar de carro ou esperar mais um pouco, escolher administração ou psicologia, morar com os pais ou se arriscar a morar só… Nem sempre fica claro para nós o que é o melhor a fazer no momento. Muitas coisas podem estar em jogo, inclusive dilemas éticos, sociais, financeiros e de valores pessoais. Momentos decisivos, no geral, costumam gerar muita ansiedade.

giphy - Perdas e ganhos: a ferramenta para tomar decisões eficientes

Para ajudar a tomar decisões mais proveitosas, vamos conhecer uma ferramenta de coaching chamada perdas e ganhos.

Clareando decisões com a ferramenta Perdas e Ganhos

Não adianta fugir das decisões. Muitas pessoas se sabotam em momentos decisivos, achando que a omissão alivia o peso da responsabilidade. Na verdade, quanto mais você corre delas, mais graves podem ser as consequências. A tendência é que a situação fuja cada vez mais do seu controle.

tenor - Perdas e ganhos: a ferramenta para tomar decisões eficientes

Aí é que entram as ferramentas, para nos orientar sobre novas percepções. A ferramenta deste artigo, Perdas e Ganhos, consiste em um princípio lógico muito básico: entender o que se perde e o que se ganha fazendo algo e deixando de fazê-lo. Contudo, não temos o hábito de sistematizar essa lógica e usá-la a favor de nossas decisões, não é mesmo? Por não ser algo automático a nós, temos que exercitar até que seja mais simples fazer esse filtro.

>>> Quer aperfeiçoar sua tomada e decisões e o autoconhecimento? Sabia como o coaching pode te ajudar nessa missão! <<<

Ela é feita, a princípio, para avaliar o que se perde ou ganha em relação a uma meta pessoal, a fim de esclarecer a relevância deste objetivo e inspirar a automotivação. Contudo, tomando a devida análise, ela pode ajudar em outros momentos de decisão.

A Perdas e Ganhos é composta por quatro pilares: motivadores por prazer, motivadores por dor, sabotadores por prazer e sabotadores por dor. Vamos explorar cada um desses tópicos:

Motivadores por prazer

São todas as coisas que você ganha por ter feito algo. Podem ser ganhos materiais, psicológicos, produtivos, financeiros, morais…. De toda espécie. Considerar todos os pontos é importante para ajudar na escolha. Então, por mais que seja uma situação difícil, tente explorar o máximo de pontos fortes que sua primeira opção de escolha pode possuir. Algumas perguntas podem te ajudar:

  • Que resultados vantajosos obterei, em todos âmbitos da vida, fazendo esta escolha?
  • Que oportunidades terei com a primeira opção?
  • De quais objetivos meus me aproximarei ao fazer essa decisão?

Por exemplo, ao decidir ir morar só você pode ganhar privacidade, espaço e silêncio para produzir. Ao mudar de emprego, você pode ter maior remuneração ou ter maior flexibilidade de horários. E por aí vai.

Motivadores por dor

Agora pense: o que eu perco se não fizer isso? Nem sempre a lista é equivalente à de motivadores por dor, então esforce-se para ser bem realista quanto às perdas que sua primeira opção acarreta. Algumas perguntas podem te ajudar a pensar os motivadores por dor, como:

  • Que prejuízos morais, psicológicos, financeiros, familiares, sociais, acadêmicos, de saúde e laborais terei se fizer essa opção?
  • Que coisa deixarei de ganhar?
  • De que ideal/objetivo me distanciarei escolhendo esta opção?

Sabotadores por prazer

Como dito acima, essa ferramenta é pensada principalmente comparando a execução e a não-execução de um objetivo, mas podemos contextualizá-la para decisões diversas também. Nesse segundo caso, o qual estamos explorando aqui, os sabotadores por prazer corresponderiam ao que você ganha apostando na sua segunda opção.

Faça um comparativo sincero sobre os pontos que fazem esta opção se sobressair sobre a outra. As perguntas dos motivadores por prazer podem ajudar nesse tópico também.

Por exemplo, se seu dilema é entre permanecer no emprego ou partir para um novo desafio profissional, você pode identificar que, apesar de você ter maior estabilidade no atual trabalho, no novo você terá mais flexibilidade para fazer uma nova graduação ou tocar um negócio, por exemplo.

Sabotadores por dor

Que malefícios, perdas ou prejuízos podem existir se você não abraçar essa opção? Consulte as mesmas perguntas dos motivadores por dor e seja ao máximo sincero(a). Se abrir para o que realmente pode influenciar sua escolha facilitará muito o caminho até ela.

Sistematize suas possíveis decisões

Agora que já exploramos os principais pontos, organize tudo de forma o máximo visual. Esse esquema abaixo pode te ajudar:

09 e1571916305193 1024x952 - Perdas e ganhos: a ferramenta para tomar decisões eficientes

Já que não podemos fugir das decisões (até não decidir nada é uma decisão!), podemos optar por fazê-las de maneira mais consciente e autêntica. As ferramentas têm esse poder de nos colocar presentes e focados em uma atividade, tomando o controle de situações que nos apavoram.

>> Entre em contato para tirar suas dúvidas sobre como o coaching pode te ajudar a ser mais produtivo(a)! <<

Comente usando o Facebook

 

Deixe uma resposta